9-13h, 14-18:30h
(0,13€ min s/IVA)
CONTACTO
Já é cliente?

Inicie sessão para aceder à sua área privada

Notícias, Inovação

Como pode ser reduzido o impacto ambiental do transporte?

08 set 2022 — Packaging ecológico, embalagens recicláveis, logística verde
Imprimir
impact of transportation

Se é um fabricante, ser amigo do ambiente não se trata apenas do produto que vende, mas da forma como o embala e como o entrega aos clientes.

Se é um fabricante, ser amigo do ambiente não se trata apenas do produto que vende, mas da forma como o embala e como o entrega aos clientes.

O recente aumento de problemas na cadeia de abastecimento global e dos custos de transporte realçou a importância do transporte para os fabricantes de produtos. Trata-se de uma parte importante das cadeias de abastecimento e das estruturas globais de custos das empresas. O transporte e a distribuição também produzem cerca de 25% de todas as emissões de gases com efeito de estufa na zona Euro, sendo o transporte de produtos responsável por pelo menos um terço desse total.


Os detalhes dos planos recentemente anunciados pela Comissão Europeia para reduzir ainda mais as emissões de gases com efeito de estufa têm ainda de ser resolvidos, mas é evidente que todos e todas as empresas deverão minimizar as suas pegadas de carbono no ambiente.


Com a mudança em curso para o comércio electrónico e as compras online, as boas práticas de embalagem e expedição são cruciais tanto para os seus custos operacionais como para o seu perfil ambiental.

Comece com uma Embalagem

A otimização da logística de entrega dos produtos aos consumidores começa com uma embalagem. Se for demasiado pequena ou não for suficientemente robusta, os produtos podem ficar danificados, e esses danos supõem perdas diretas para os seus fabricantes. As devoluções de produtos e novas remessas resultantes podem também duplicar ou mesmo triplicar os custos ambientais da transação, em comparação com uma entrega bem sucedida.

Existe, contudo, algo como o excesso de embalagem. A pandemia induzida pelo aumento do comércio electrónico e da procura de embalagens ao longo dos últimos 18 meses fez com que a questão se tornasse ainda mais problemática. Demasiadas embalagens não só utilizam mais matérias-primas, como requerem mais energia para o transporte. As embalagens que mais se ajustam aos seus produtos requerem menos ou nenhum enchimento para proteger o seu conteúdo. Reduzem também o problema do "transporte aéreo", que é muito mais caro do que parece.

 

BODY-1_590x300.jpg

 

As embalagens de tamanho correto também ocupam menos espaço num camião, permitindo que mais produto seja entregue numa única carga e reduzindo o número de envios necessários. Também se prestam mais facilmente a sistemas de embalagem utilizando paletes de madeira reutilizáveis com aros que podem acondicionar as mercadorias de forma mais eficaz e com menos material de embalagem.

Escolha bons parceiros

Uma boa forma das empresas lidarem com estas questões é escolherem bons parceiros. Nem todos os transportadores e empresas de logística são iguais quando se trata de desempenho ambiental. Ao avaliar estas empresas, peça informações sobre os seus registos relativos ao ambiente.

Será que elas possuem o EU Ecolabel, que fornece às empresas diretrizes para diminuir o seu impacto ambiental? Que tipos de certificações ISO têm para as suas operações?

 


BODY-2

Não tenha medo de fazer perguntas mais detalhadas sobre como as empresas parecem reduzir as suas pegadas de carbono.

  • A que distância estão os centros de distribuição dos seus clientes? Quanto maior for a distância a percorrer, menos ecológica é a transação.
  • Que tipo de veículos utilizam nos seus negócios? Elétricos sem emissões, a diesel, ou outra coisa?
  • Utilizam tecnologias de geo-localização para otimizar as suas rotas de transporte?
  • Monitorizam de perto a pressão dos pneus para assegurar a máxima eficiência de combustível dos seus veículos?


Uma área chave para compreender as empresas de transporte marítimo é como cumprem a última etapa das entregas de produtos ao cliente final, conhecida como last mile.
 

Last mile

No transporte de produtos, o last mile é o mais importante. A viagem de um armazém ou centro de distribuição até ao cliente final representa pelo menos metade dos custos totais de envio de uma entrega, segundo a maioria das estimativas. Com todas as viagens curtas para múltiplos locais, muitas vezes em ambientes urbanos congestionados, é provável que contribua pelo menos para metade das emissões de carbono de uma entrega típica.

Os veículos eléctricos são uma solução óbvia, se inicialmente dispendiosa. A IKEA, o maior retalhista mundial de mobiliário, comprometeu-se a utilizar camiões pesados eléctricos para completar as suas entregas. Os seus parceiros de empresas de transportes já possuem todas as frotas eléctricas que servem uma série de grandes cidades como Paris, Xangai e Nova Iorque e a IKEA planeia ter zero emissões de todas as suas entregas globais do last mile até 2025.

Sempre que possível, as empresas sem produtos excessivamente volumosos devem também considerar a utilização de frotas verdes de estafetas em bicicletas e bicicletas de carga para a entrega de pacotes em casas e escritórios individuais. Reduzem o congestionamento urbano, limitam o stress nas infra-estruturas e praticamente não produzem emissões de GEE.

 

 

 

impact of transportation


 

O objetivo de uma melhor logística de último quilómetro é uma entrega de produtos mais rápida, mais eficiente e mais amiga do ambiente. Envolve frequentemente a gestão de grandes frotas de veículos em situações dinâmicas e de mudança. Trata-se também de coordenar pontos de recolha com capacidade de entrega e combinar entregas com recolhas e devoluções para minimizar camiões vazios. Não surpreendentemente, muitas empresas utilizam a tecnologia para ajudar com toda a informação. Software de empresas como a Urbantz, com sede em Bruxelas, gere todas as variáveis envolvidas na logística dos últimos quilómetros.

Para ir mais além

Outra opção viável é subcontratar a tarefa a uma empresa de logística experiente. Seja como for, o processo começa com embalagens inteligentes que utilizam menos material, reduzem os custos do armazém e reduzem as emissões de carbono envolvidas na entrega de um produto ao cliente.

_________________________________________

Fontes:

EC Europa, 2020, Transport emissions

Global tranz, 2019, Transportation costs

Nefab, 2016, Total cost of logistics

ADEME, 2019, Ecolabel

MotorWorld, Ikea to electrify the last kilometer to Canada with lion electric