9-13h, 14-18:30h (0,13€/min)
CONTACTO
Já é cliente?

Inicie sessão para aceder à sua área privada

Entrevistas, Notícias

Como reduzir o impacto ambiental das suas compras de embalagem?

12 jul 2022 — Embalagem, Abastecimento, Bioplásticos, CSR
Imprimir
Interview deborah

Como as preocupações ambientais são cada vez mais um tema recorrente para todos, a embalagem industrial é uma alavanca valiosa para a melhoria. Deborah Dorosz, Gestora de RSE na Antalis, responde às questões que deve colocar ao comprar embalagens.

Como as preocupações ambientais são cada vez mais um tema recorrente para todos, a embalagem industrial é uma alavanca valiosa para a melhoria. Deborah Dorosz, Gestora de RSE na Antalis, responde às questões que deve colocar ao comprar embalagens.

Que critérios devemos procurar quando compramos produtos de packaging?

Cada vez mais, a sustentabilidade é fundamental em todas as decisões empresariais que tomamos. E o que vale para o Packaging vale também para todas as nossas outras atividades.
Vejo 4 desafios principais que precisam de ser enfrentados ao construir uma seleção de produtos e escolher fornecedores: origem do produto, composição, impacto na saúde e reciclabilidade.

 

Como enfrentamos esses quatro desafios? Ao responder às seguintes perguntas fundamentais:

- De onde vem o meu produto?

Onde é que foi fabricado? O produtor tem alguma certificação relacionada com o seu processo de produção (ISO 14 001 para o ambiente, ISO 9001 para a qualidade, qualquer rótulo ecológico, etc.) e com o próprio produto (certificação FSC® ou PEFC, por exemplo, se o produto for feito de fibras de madeira)? Há uma lista de documentos básicos mas essenciais ou respostas que precisa de pedir ao fornecedor.

 

- De que é feito o produto?

É mono-material ou multi-material? É feito de plástico, fibras de madeira ou outra coisa? Deve solicitar uma ficha técnica e a composição exacta do produto.

 

- É seguro para os meus clientes?

E a substância química encontrada no meu produto, como os desreguladores endócrinos ou outros nanomateriais? Está em conformidade com a normativa REACH? É adequado para contacto com alimentos ou segurança infantil?

O que precisa aqui é de uma Ficha de Dados de Segurança ou outras informações úteis do fornecedor.

 

- O que fazer com ele quando não for mais preciso?

É reciclável? E se sim, como? Quais são as instruções de separação? Existe um sector de reciclagem facilmente acessível em todos os países onde este produto é distribuído? Se não, é provável que o produto acabe queimado ou enterrado e não é isso que reconheceríamos como uma escolha sustentável...

 

 

In-the-box-packaging

 

Que coisas simples podem os profissionais industriais fazer para ter uma abordagem mais sustentável à compra?

Se não for possível substituir sistematicamente um material por algo mais sustentável, então creio que se deve concentrar nos passos abaixo:

- Escolher produtos mono-material sempre que possível

- Obter informações precisas sobre composição e reciclabilidade do fabricante

- Em cada país onde opera, identifique claramente os sectores de reciclagem existentes dedicados a todos os materiais recicláveis que utiliza

- Treine as suas equipas locais para que possam aconselhar os seus clientes na gestão do fim de vida dos seus produtos

 
KV_green
 

Pode contar-nos mais sobre a abordagem ambiental do Packaging da Antalis?

Estamos plenamente conscientes que a maioria dos produtos de packaging que vendemos têm uma vida curta e que as preocupações ambientais se tornaram um maior desafio tanto para os nossos clientes como nós próprios.

 

Num mundo onde cada ação tem um impacto no ambiente, devemos escolher uma abordagem mais sustentável. Acreditamos que o sucesso e confiança de amanhã está enraízada em ser responsável e fazer decisões inteligentes hoje.

 

Trabalhámos na nossa abordagem sustentável ambiental, revimos toda a nossa cadeia de valores, desde a origem, criação e design de produtos até à sua distribuição e reciclagem... Em resumo, considerámos o ciclo de vida completo da embalagem ao longo destes 4 pilares:

picto-sourcingORIGEM

Para uma maior rastreabilidade e uma escolha responsável dos fornecedores e dos materiais de base.

picto-design

DESIGN

Para um modelo económico circular antecipado pelos nossos designers de Packaging no início de cada projeto.

picto-distribution

DISTRIBUIÇÃO

Para processos mais eficientes que reduzam a pegada ambiental.

picto-recycling

RECICLAGEM

Para uma cooperação renovada ao longo de toda a cadeia de valor.

E depois decidimos fazer mudanças: promover e incluir cada vez mais materiais renováveis e reciclados; destacar produtos fabricados em fábricas com um sistema de gestão ambiental; promover produtos reutilizáveis e/ou recicláveis; e, claro, encorajar os nossos clientes a separar e recuperar os seus resíduos de embalagens.