9-13h, 14-18:30h
CONTACTO
Já é cliente?

Inicie sessão para aceder à sua área privada

Notícias e Eventos, environment, Notícias

Qual é a diferença entre Reciclado e Reciclável?

26 mai 2022 — Embalagens ecológicas, embalagens recicláveis, reciclados, materiais de embalagem recicláveis
Imprimir
Recycle packaging

Todos os anos, milhões de toneladas de embalagens recicláveis acabam em aterros, habitats naturais e nos oceanos. Podiam ter sido recolhidas e recicladas em novos produtos, mas não o foram.

Todos os anos, milhões de toneladas de embalagens recicláveis acabam em aterros, habitats naturais e nos oceanos. Podiam ter sido recolhidas e recicladas em novos produtos, mas não o foram.

Quer se trate de uma falha na recolha do material dos consumidores finais ou de uma falta de infraestruturas capazes de o reciclar, os resíduos são muitas vezes "recicláveis" apenas de nome, e não de facto.

 

As empresas que compram embalagens compreendem o problema crescente da gestão de resíduos e a necessidade de reciclar quantidades mais elevadas de resíduos de embalagens. A Directiva Europeia sobre Resíduos de Embalagens, alterada em 2018, reforçou o princípio da responsabilidade alargada do produtor. Os produtores e utilizadores de embalagens poderão em breve ser responsabilizados física ou financeiramente pela eliminação de resíduos. As escolhas de embalagens irão afectar cada vez mais os custos de produção, a produtividade e as relações públicas das empresas.

 

Um inquérito recente a clientes empresariais em França, Dinamarca e Reino Unido, realizado pela Antalis em 2021 pela IFOP, concluiu que o respeito pelo ambiente era agora uma prioridade nas decisões de compra tão importante como a funcionalidade das embalagens. A competitividade de preços continuou a ser o factor mais importante nas suas decisões de compra, mas 62% dos inquiridos disseram que "definitivamente" ou "provavelmente" pagariam mais por produtos de embalagem amigos do ambiente no futuro.

 

recycled-vs-recyclable-01_PT.jpg

A importância de definir termos

A compreensão dos termos "reciclável" e "reciclado" é um desafio para as empresas e consumidores que querem adoptar práticas mais amigas do ambiente.

 

As embalagens são em teoria recicláveis se puderem ser recolhidas, processadas e devolvidas para utilização sob a forma de matérias-primas ou novos produtos. É efetivamente reciclável se essas coisas puderem e acontecerem de facto no país onde a embalagem é utilizada. Por outras palavras, a reciclabilidade efetiva depende não só da embalagem em questão, mas também da existência de infraestruturas para recolher, separar e reciclar o material.

 

As garrafas de refrigerantes feitas de tereftalato de polietileno (PET), por exemplo, podem ser e são recicladas na maioria dos países da zona Euro. Outros termoplásticos com altas taxas de reciclagem incluem o polietileno de alta densidade (HDPE), utilizado para fazer garrafas de champô, recipientes químicos e jarros, e o polipropileno (PP), frequentemente utilizado em filmes e recipientes de embalagem de alimentos.

 

Os plásticos feitos de poliestireno (PS) como que os copos de esferovite, cloreto de polivinilo (PVC), e polietileno de baixa densidade (PEBD) têm propriedades químicas e/ou físicas que os levam a ter taxas de reciclagem mais baixas.

 

As embalagens em papel são geralmente recicláveis; contudo, a falta de instalações de reciclagem torna-as efectivamente não recicláveis em alguns países.

recycled-vs-recyclable-02_PT.jpg

A embalagem reciclada, de outra forma, descreve a composição da embalagem em termos da quantidade de material reciclado que contém. Uma embalagem feita com materiais reciclados é frequentemente reciclável por si mesma, embora nem sempre. Uma maior utilização de material reciclado em embalagens reduz a necessidade de produzir novo produto e incentiva uma reciclagem mais eficaz das embalagens em geral. É agora obrigatório na zona Euro comunicar aos consumidores a proporção de materiais reciclados utilizados em embalagens.

recycled-vs-recyclable-03.jpg

As grandes empresas estão a reagir. O Grupo Bonduelle, fabricante francês de alimentos, por exemplo, utiliza uma média de 50% de material reciclado nas suas embalagens na Europa e planeia continuar a aumentar essa proporção. A Coca Cola utiliza agora garrafas de plástico feitas de PET 100% reciclado na Holanda, Noruega e Suécia e pretende ter pelo menos 50% de PET em todas as suas garrafas em toda a Europa Ocidental até 2023.

A importância de compreender os símbolos

Fitas Mobius, pontos verdes, anjos azuis, cisnes nórdicos. A vasta gama de símbolos e rótulos utilizados na zona Euro para comunicar informações ambientais sobre produtos de embalagem pode ser confusa. Alguns referem-se à composição da embalagem, outros à sua reciclabilidade e outros ainda às práticas ambientais do fabricante. A confusão dos consumidores é uma das principais razões para a contaminação dos fluxos de reciclagem no processo de recolha que resulta na incineração de mais material reciclável ou na sua deposição em aterros.

 

Distinguem-se três categorias principais dos símbolos mais amplamente utilizados:

 

1. Embalagem reciclada

logo FSC/PEFC

 

Os símbolos PEFC/FSC encontram-se em produtos à base de madeira como papel e cartão. Criados por organizações ambientais independentes, os rótulos certificam que o material foi obtido a partir de florestas geridas de forma sustentável.

 

logo pp,ps,pete

 

PP, PS, PETE… são números associados a uma abreviatura para indicar a natureza do material utilizado para fazer a embalagem. Esta classificação dos materiais utilizados foi implementada para facilitar a recolha e o tratamento adequado (reciclagem, recuperação) pelos profissionais de resíduos. Na prática, este logótipo é enganador para os consumidores, que o confundem com a faixa de Möbius, que o interpretam como informação sobre a reciclabilidade.

2. Recyclable packaging

 

body-6.jpg

 

O anel, fita ou ciclo de Mobius é o símbolo ambiental mais frequentemente utilizado. Indica que um produto ou embalagem é potencialmente reciclável. Um anel Mobius com uma percentagem no meio indica a quantidade de material reciclado que foi utilizado na produção do material.

3. Normas e etiquetas

logo eu ecolabel

 

A EU Ecolabel destina-se a permitir aos consumidores identificar produtos mais amigos do ambiente e mais saudáveis. O rótulo promove a economia circular, encorajando os produtores a gerar menos resíduos e CO2 durante o processo de fabrico.

 

logo iso 14001

 

ISO 14001 é uma norma internacional destinada a qualquer tipo de organização (empresa, associação, serviço público, etc.) interessada em criar um sistema de produção, gestão e operação que se enquadre numa perspectiva dinâmica de controlo dos impactos ambientais. Os termos da sua aplicação (atualizada em 2015) podem ser verificados e certificados por uma organização aprovada.

Que futuro para as embalagens recicladas?

O Parlamento Europeu tem adoptado uma abordagem muito ambiciosa para lidar com o problema dos resíduos de embalagens. Em 2018, estabeleceu objectivos de reciclagem para embalagens de plástico, papel e cartão, bem como metais e vidro que são muito mais elevados do que as actuais taxas de reciclagem. Por exemplo, a proporção de embalagens de plástico recicladas em 2018 foi de 32,5% de acordo com o Parlamento Europeu e estabeleceu um objetivo de 55% para os países da UE até 2030. Além disso, espera-se que os países membros desenvolvam esquemas e programas para cumprir essas metas até ao final de 2024.

Isso significa que as empresas terão de considerar mais profundamente os critérios ambientais e a reciclabilidade no que diz respeito às suas decisões em matéria de embalagem.

 

_________________________________________

Fontes:

IFOP, 2021, Environmental survey

Sustainability, Engaging Consumers to Reduce and Recycle

Webpackaging, 2019, What is the difference between Recycled and Recyclable packaging?

MacFarlane Packaging, 2020, What’s the difference between recyclable, biodegradable and compostable packaging?

MATAC, Industry Terms

Consilium Europa