Meio ambiente

Environment_su_guia_medioambiental_origendelasfibras_259x194.jpg

que é um papel "ecológico"?

O termo “ecológico”, quando referido ao papel, é um termo muito genérico que abarca muitos conceitos diferentes. Atendendo a diferentes critérios podemos dizer que no mercado há papéis mais ecológicos que outros.

A Antalis ajuda a valorizar a “eco-responsabilidade” em função de diferentes critérios:

 

CRITÉRIO 1: ORIGEM DAS FIBRAS

Utilize as melhores matérias-primas!

DEFINIÇÕES:

100% FIBRA VIRGEM:

 Fibra virgem sem Menção:  Desconhecemos a origem da fibra virgem. Na Europa, a indústria papeleira adquire as fibras para produzir papel de fontes controladas, mas neste caso, não existe nenhuma certificação que o certifique.

Fibra virgem PEFC: PEFC é um organismo que certifica que a fibra provém de uma floresta gerida de forma responsável, desde o ponto de vista ecológico e social. Este certificado obtém-se através de uma auditoria realizada por um organismo independente acreditado.

Fibra virgem FSC Mix:  FSC é um organismo sem fins lucrativos que certifica que a fibra provém de uma floresta gerida de forma responsável desde o ponto de vista ecológico, social e ecológico. Este certificado obtém-se através de uma auditoria realizada por um organismo independente acreditado.

FIBRAS HÍBRIDAS: combinam fibra virgem e fibra reciclada

Fibras híbridas reciclado/virgem: Produtos que combinam o uso de fibra reciclada e fibra virgem.

Fibras híbridas FSC Mixed (reciclado/virgem): Produtos que combinam o uso de fibra reciclada e fibra virgem. Neste caso, tanto a fibra virgem como a fibra reciclada podem contar com o certificado FSC.

100% FIBRAS RECICLADAS:

Fibras recicladas: Produtos fabricados com fibras 100% recicladas.

Fibras recicladas Anjo Azul: Anjo Azul é um certificado que inclui entre os seus parâmetros de valorização, que 100% da fibra utilizada seja fibra reciclada a partir de papéis recuperados a nível pós-industrial.

Fibras recicladas FSC Recycled:  FSC certifica os produtos fabricados com fibras recicladas pós-consumo, cuja vantagem ambiental é a diminuição da pressão sobre as florestas. Não significa, no entanto, que os papéis reciclados tiveram em algum momento o certificado FSC, já que não conhecemos a sua proveniência. O que sabemos é que é papel recuperado já utilizado pelo cliente final (pós-consumo).

Consulte aqui, os produtos que têm certificados distintos.

 

CONCLUSÃO:

Um papel será mais responsável quanto maior for a percentagem de fibras recicladas que contém.

Ao reciclar o papel, reduz-se a pressão sobre as florestas. Apenas 8% das florestas de todo o mundo estão certificadas. Além disso, oferece-se a alternativa com o menor impacto meio ambiental em quanto a gestão de resíduos (reciclagem frente à incineração ou decomposição do papel em aterros).