Meio ambiente

ecolabel_logo_119x119.gif

Ecoetiqueta Europeia disponível para produtos impressos em papel

Os produtos aos quais é atribuída a Etiqueta Ecológica Europeia devem cumprir com determinados critérios meio ambientais que incluam o ciclo de vida completo do produto. O que deve traduzir um impacto ambiental mais baixo, tal como baixas emissões para o ar e água, consumo reduzido de eletricidade e melhoria dos processos de gestão de resíduos, em comparação com produtos semelhantes no mercado.

Os critérios da Etiqueta Ecológica Europeia para produtos de papel impressos foram definidos de forma a premiar os produtos impressos em papel que respeitam elevados requisitos meio ambientais e que garantem ao mesmo tempo que o documento impresso é reciclável.
 

Como tal, é uma excelente forma para todas as empresas comunicarem a excelência das suas impressões


Produtos certificados

Apenas produtos que resultem da impressão do papel podem incluir o logótipo. Da mesma forma que a impressão, o processamento pode incluir acabamentos (por exemplo dobragens, estampagens e corte ou montagem, aplicação de cola, costuras).

Os produtos impressos em papel incluem, jornais, material de publicidade e revistas, catálogos, livros, panfletos, brochuras, pósteres, cartões de negócio e etiquetas.

Os produtos impressos devem conter pelo menos 90 % do seu peso em papel, cartão ou substratos de base de papel, excepto para os livros, catálogos, cadernetas ou formulários que devem conter pelo menos 80 % do seu peso em papel ou cartão ou substratos à base de papel. Inserções, capas e qualquer outro tipo de secção separada em papel devem ser consideradas como parte do produto impresso em papel.


Solicitar a etiqueta ecológica europeia

Os critérios da Etiqueta Ecológica Europeia compreendem:

• Uma parte relacionada com a produção e os processos de gestão;
• Uma parte relacionada com o produto, que pode sofrer alterações durante a validade da licença da etiqueta ecológica europeia (exemplos: substratos de papel, consumíveis utilizados para impressão, revestimento e acabamentos dos produtos impressos de papel ou quantidade de resíduos de papel produzidos).

Os critérios da Etiqueta Ecológica Europeia para papel impresso referem-se ao impacto meio ambiental do produto nas diferentes etapas de produção e estipulam restrições em relação ao substrato, excluem ou limitam o uso de determinadas substâncias, emissões para o ar e água, gestão de resíduos e reciclagem, utilização da energia, requisitos de qualidade, informação e formação do pessoal.

Os requerentes devem compilar um dossier que contenha toda a informação relevante e as declarações do fabricante relacionadas com os produtos que possuam a Etiqueta Ecológica Europeia e documentação relevante para todos os critérios do produto. Toda a documentação relevante deve ser enviada ao Organismo Competente juntamente com a requisição.


Uma vez aceite a requisição, o Organismo Competente analisa o dossier incluindo a documentação enviada directamente pelo fornecedor. O Organismo Competente pode pedir informações adicionais se assim o achar necessário.



Quem pode solicitar a Etiqueta Ecológica Europeia?

Fabricantes, importadores, fornecedores de serviços, grossistas e maioristas, podem enviar a requisição para a Etiqueta Ecológica Europeia. Como exemplos de candidatos podem ser: editores, distribuidores de livros, agências de publicidade, agências de relações públicas, empresas privadas e instituições públicas.

A Etiqueta Ecológica Europeia não pode ser atribuída a um serviço de impressão ou a uma agência gráfica.


Pode ser solicitada para produtos impressos em papel nos casos de:
• Um produto específico impresso em papel identificado pelo seu nome comercial (ex.., revista XXX) ou
• Uma categoria única de produtos (ex.., revistas, brochuras, livros, revistas). Neste caso, a família de produtos deve estar identificada o mais precisamente possível (ex.., revistas, tipo de cola, formato X-Y, páginas A-B).

Para mais informação, clique aqui.